Tavex aposta em tecidos com alto poder de elasticidade e toque macio

A Tavex apresentou no último dia 15 de maio, em São Paulo, seus lançamentos para o Inverno 2015 com destaque para produtos inovadores desenvolvidos pela equipe que viaja o mundo atrás de pesquisas de tendências, além do investimento em equipamentos que aliam alta qualidade e redução de custos para clientes cada vez mais sofisticados e exigentes. São 16 novos artigos nas principais linhas da empresa. Confira alguns deles.


Dentro da linha Icon no 100% algodão, os artigos ganham cores intensas, acabamentos diferenciados, onde se pode obter uma infinidade de aspectos em lavanderia. As novidades são o Dundalk, 11,5 oz valorizando o azul intenso e profundo e o Dusk, 10 oz no black over black.


Na linha Free que reúne artigos com stretch, para os homens (Fitness Denim) e femininos, na família Second Skin como o Lumine, Kayla, Megan, Amy e Wise com power de mais de 30% em novas cores e acabamentos. Já os produtos da Tri-blend Tecnology® vêm com alta elasticidade mesclada ao fio Lycra®, destacando o Sirius com 9 oz, e no tom black.


Dentro da família Denim Couture os artigos ganham toque e acabamento especiais nas linhas Absolute Fit com os lançamentos Lilly, Bessie e Anitta, com poder de elasticidade que chega a 50% e com alta recuperação do tecido, além de mesclas especiais. Já o Runway traz o Runny com extremo conforto e sofisticação na construção cetim e peso de 8,8 oz. Na linha Jeather Denim® o aspecto de couro vem no “mate-brilho” e mais de 30% de elasticidade nos lançamentos Olivie (7,4 oz) e Loopy (8,3 oz). E, os artigos da linha Twinic® traz tons que surgem no fundo do tecido através dos processos em lavanderia. As novidades são o Cramber e Skye com 8,9 oz.


TENDÊNCIAS


A gerente de moda, Sueli Pereira, apresentou aos clientes a palestra com os principais temas para a estação, seguida de um desfile com as peças-conceito. Confira as tendências para o Inverno 2015.


Archaic – Digital Detox: valoriza a natureza e o poder do silêncio como um antídoto para a correria da vida moderna, retornando às origens e buscando inspiração no primitivo. Matérias brutas e cores minerais e neutras como palha, branco, marrom pele, cinza e verde escuro surgem em peças desestruturadas, sobreposições, jogo de texturas e rusticidade. Aqui entram parkas e quimonos, denim com textura de malha, bike jacket reformulada, tapered fit para os homens e mistura de patchs de couro e tecidos, além de aplicações de pele. Entre os beneficiamentos, destaque para os acabamentos destroyer, manchados, queimados, amassados, metalizados e black em tons acastanhados.


Edit – Hybrid Innovation: referências retrôs dos anos 60, formas simples e minimalistas, utilitárias retrabalhadas, dobraduras e geometrias dão o tom neste tema. Arte e arquitetura se misturam ao luxo supercool em peças descomplicadas, mas muito bem pensadas, valorizando somente o essencial. Aqui entram cores mais fortes como o amarelo, verde e violeta. As calças surgem mais curtas e largas como a wide leg, as jaquetas ganham detalhes arredondados e mistura de lavagens limpas e sofisticadas. Surgem ainda minissaias e vestidos com recortes retos. Os colors blocking fazem sucesso juntamente com patchworks. No masculino o destaque fica por conta dos tecidos inteligentes e esportivos com aspecto de neoprene e pespontos mínimos. As jaquetas vêm no modelo dupla face. Entre os beneficiamentos, a resina torna o denim mais clássico e chique seguindo o aspecto couture.


Broadcast – Urban Re-Makery: movimentos urbanos onde se faz mais do que se fala, onde ocorrem ações espontâneas, reunindo a linguagem gráfica, expressões pessoais, compartilhando espaços, folclore urbano, moda e arte. Há ainda o reaproveitamento ao máximo do lixo, protestos e rebeldia. As cores são sólidas e naturais com verdes, azuis, vinho, tabaco e vermelho sangue. Aqui o vintage se faz presente em peças com toques esportivos e confortáveis como calças amplas, joggers, croppeds, bomber jacket e boyfriend. Surgem ainda coletes, saias longas e formas quadradas para as meninas. No masculino, o visual é easy fit, com tapered jeans, work coat e formas mais soltinhas. Na lavanderia surgem patchs aleatórios, remendos à mão, acabamentos lavados, desbotados, cerzidos, puídos e amarrotados, além do laser e pinturas à mão. Os sobretingimentos vêm coloridos e intensos, juntamente com uma profusão de bolsos, peças acolchoadas, mensagens e grafites.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR