O jeans em equilíbrio entre ousadia e modo de segurança

Correr riscos é uma conduta difícil para a moda neste momento. De modo geral, os criadores das marcas estão escolhendo jogar em “modo de segurança” e oferecer aos seus consumidores exatamente os produtos que eles estão precisando. Tricô, denim e roupas para momentos de lazer são as categorias principais nas coleções. A menos que você trabalhe com uma boa reserva financeira, a criação de roupas ousadas, ou totalmente impraticáveis não representa a indumentária correta para “vestir” o momento atual.

No entanto, as coleções de moda tem buscado um equilíbrio entre a busca pela ousadia e a necessidade da moda funcional com apelo comercial. Como resultado, uma parcela expressiva dos criadores tem seguido a estética da garota amante de moda que segue tendências, com um toque de guarda-roupa essencial na coordenação.

Ganni

Entre os nomes que jogaram com essa conduta, tivemos Ganni e Peter Do. Os lookbooks das duas grifes foram apresentados com visibilidade no Copenhagen Fashion Week, evento híbrido, que mesclou formato digital e presencial, e se encerrou recentemente, no mês de agosto. Nas coleções de Verão 2021 (equivalente ao 2022 nacional), ambas as marcas buscaram cuidadosamente o equilíbrio entre o excesso e a escassez do estilo.

Em Ganni, o jeans talvez tenha assumido o mais atemporal de todos os seus fits – o reto. Como único toque trendy, apresentou uma sutil fenda na bainha lateral.

Outra sugestão colocada como fashionista pela Ganni, e que ao mesmo tempo cumpriu o desafio de proporcionar longevidade para o estilo, foi a camisa denim. Proposta na atemporalidade do tom black, a peça ganhou leitura trendy pelo efeito “amassadinho” com styling de amarração. E sobre esse efeito, vale destacar que qualquer peça apresentada com o nó sugere mais de uma forma de vestir. Portanto reforça seu valor como investimento de moda.

Os combos, que são aqueles conjuntos de duas peças de roupas unificadas pelo mesmo aspecto, em Ganni perderam o jeitão não repetível graças ao padrão risca de giz (listrado sutil). E assim a marca apresentou a sua coleção, da forma mais trabalhada possível, cumprindo as demandas fundamentais exigidas pelo momento atual.

A marca trabalhou ainda os tons pastel, o tricô em detalhes vazados e torcidos, e algumas breves frivolidades, reservadas à aparições excepcionais do denim em versão metalizada.

Peter Do apresentou o jeans na irreverência de um visual lembrando a sobreposição da bermuda sobre a calça. Tudo ilusão, já que se tratava de uma peça única com junção de tons opostos e recortes nas laterais para que o caimento da calça sugerisse mais de uma camada de forma realista.

Em termos de estilo, o resultado final comunicou ousadia. Já em relação ao status, modéstia. Interessante esse balanço obtido pela simples apresentação de uma peça nova, mas que lembra uma solução inusitada, e ao mesmo tempo perfeitamente plausível para o guarda-roupa do consumidor. Afinal, quase todo fashionista já deve ter tentado vestir uma bermuda sobre uma calça.

Peter Do

O ripped (efeito de rasgos) no entrepernas foi explorado com intensidade no jeans de Peter Do, desde o azul médio até o branquinho chic. Como finalização dos looks, a grife requisitou o incontestável alinhamento da alfaiataria. Heis aí uma outra prática sagrada exercitada por qualquer fashionista que se preze: vestir composições arriscadas, e pontuá-las com a propriedade de um casaco com “porte” clássico.

E foi o que aconteceu nas coleções mencionadas. Tivemos uma mistura entre o inédito e o familiar. Jeans simulando duas camadas improváveis, combinado ao blazer que quase todo mundo tem no guarda-roupa. Calça com modelagem clássica combinada ao tricô fashionista recém inventado. Modo de segurança e modo de ousadia: ambos operando juntos, em plena harmonia, em um só look.

Fica então a receita de uma “fórmula” equilibrada tanto para o consumidor final quanto para a industria. Propor o novo, atender o lado aspiracional do consumidor, mas sempre na companhia de um “argumento”. Ou melhor, de um complemento absolutamente seguro, legítimo e familiar.

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução

Adquira o Guia de Tendências

O Guia de Tendências é um serviço de pesquisa internacional de moda e comportamento para o segmento jeanswear. Quer saber mais sobre esse serviço, entre em contato conosco pelo e-mail atendimento@guiajeanswear.com.br ou pelos telefones (11) 2656-8285 e (31) 99834-8450.

  • Conheça nosso material exclusivo de tendências!

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!