18ª Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco destaca potencial do Agreste

A 18ª Rodada de Negócios da Moda de Pernambuco, conforme previsto, superou expectativas e contou com aumento de 24% nas vendas para os produtos da temporada de Primavera-Verão 2015. Hoje, o Agreste de Pernambuco é um case nacional de sucesso para indústria brasileira. O cenário atual da região envolve um trabalho continuo de aprimoramento e desenvolvimento de empresas, projetos de gestão e qualificação, além de redes varejistas de todo o país, num vasto trabalho de posicionamento de imagem ao mercado.


O evento, que aconteceu entre os dias 20 e 22 de Agosto em Caruaru, contou com 600 lojistas de todo o Brasil e gerou R$ 24,15 milhões em vendas. Foram contemplados todos os segmentos da moda: jeanswear, moda masculina e feminina, infantil, bebê, surfwear, streetwear, praia, fitness e lingerie. Esse resultado reflete diretamente no potencial da região Norte, que hoje já lidera a geração de negócios do país com 37,2% do total, seguida pelo Centro-Oeste (23.3%), Nordeste (16%), Sudeste (13.3%) e Sul (10,2). Os segmentos jeanswear e infantil/bebê são destaque, somando juntos 55,4% das vendas realizadas nessa edição da feira.


Segundo Ricardo Montenegro, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Caruaru – ACIC, realizadora do evento, além de gerar negócios, a Rodada demonstra a maturidade do polo Agreste em evolução produtiva e desenvolvimento de moda. “Pernambuco é um grande centro produtor de moda, possuímos mais de 15 mil indústrias ligadas ao setor do vestuário e precisamos apresentar este potencial produtor a todo o Brasil com geração de negócios, o que significa ter produtos fabricados em Caruaru e região expostos nas vitrines de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Amazonas, Goiás e outros estados. Por meio da realização da Rodada, incentivamos o desenvolvimento econômico de todo o estado e especialmente da região do Polo da Moda do Agreste de Pernambuco”, garante o presidente.


Waldir Rocha, coordenador da Câmara Setorial de Moda pela ACIC, ressalta a importância do Arranjo Produtivo Local do Agreste Pernambucano, e o papel da Rodada na economia do estado. “Nosso Arranjo Produtivo Local gera mais de 150.000 empregos diretos e é a mola propulsora do desenvolvimento da região, sendo um dos segmentos que mais empregam no estado”, afirma Waldir. Segundo ele, o evento representa o futuro, projetando o polo no cenário nacional, com grande impacto para toda a cadeia produtiva da região.


Representantes de confecções em todos os segmentos participantes da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana destacam o papel do evento na evolução das empresas. O contato com compradores de todo o Brasil impulsiona o desenvolvimento, pautado pela capacitação e investimento em tecnologia e materiais, resultando em melhorias da qualidade, associada a um preço competitivo.


Realizado pela Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (ACIC), a Rodada de Negócios da Moda Pernambucana visa fomentar o polo de confecções de moda do Agreste, influenciando os processos produtivos desde o desenvolvimento dos produtos até o seu sucesso econômico. A 19ª Rodada de Negócios da Moda Pernambucana está prevista para fevereiro de 2015, no Polo Caruaru.

REDAÇÃO | FOTOS: DIVULGAÇÃO