Efeitos used são destaque nos bolsos masculinos

Assim como os tecidos tecnológicos, fios diferenciados, lavanderia personalizada e artesanal, os bolsos acompanham toda a evolução no jeanswear, se adequando em cada marca e inspiração. Para o Inverno 2016 os aspectos useds continuam com força total, valorizando os amassados, puídos e rasgos. Muito mais do que rebites variados, os beneficiamentos, pespontos ou filigranas podem chamar atenção em pequenos detalhes. Por exemplo, em modelos super limpos e com cara de alfaiataria, uma simples costura vertical faz toda a diferença. Já para quem gosta de ousar, linhas sobrepostas formando um desenho gráfico “invade” todo o bolso,”escondendo-o”.


As filigranas vêm numa infinidade de opções como no clássico gaivota, zigue-zague conferindo movimento aos modelos, mais finas ou grossas, em formatos diferentes onde se cruzam na lateral, em tonalidades contrastantes, é só usar a criatividade, fácil e até barato de produzir.


Ainda seguindo os aspectos cleans, bolsos chapados podem vir com recortes variados, pences ou marcações. Em lavanderia, efeitos de corrosão vêm por toda a peça, assim como pontos mais escuros ou amarelados. Estampas coloridas inspiradas em personagens japoneses divertem e conferem um ar moderno ao modelo. O couro e os bordados não saem de moda tão cedo e o efeito matelassado invade os bolsos. Os aviamentos também são importantes como botões coloridos ou com texturas, além das etiquetas em couro, zíperes e rebites em banhos diferentes.


De modelos chapados, passando por bolsos internos ou com palas, vale destacar os recortes que ganham costuras ou pences e formatos inovadores.

VANESSA DE CASTRO | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR