Feira Ópera volta com evento presencial e oferece também pronta-entrega

Após quase dois anos distantes por conta da pandemia e, com três edições totalmente online, a Feira Ópera, com foco no B2B para o mercado de moda e decoração infantil, retorna ao seu formato presencial. O evento aconteceu entre os dias 9 e 11 de novembro, em São Paulo e contou ainda com a apresentação dos lançamentos em seu canal do Youtube.

“O segredo do sucesso da feira é GESTÃO: de gente, de recursos e da administração. É atuar interligando essas duas pontas – indústria e varejo, e trabalhar para atender a necessidade de ambos. Esse é o nosso diferencial. Se você não consegue enxergar as necessidades do seu cliente, a chance do seu negócio dar errado é muito grande. Entender como funciona seu cliente, suas potencialidades e fragilidades, é fundamental ao oferecer um produto ou serviço”, afirma o diretor da feira, Frederico De Cunto. .

34ª edição da Feira trouxe as novidades para o Outono-Inverno 2022 e promoveu ainda a pronta-entrega do Verão 2021-22.

“Esse é recurso de retomada que aconteceu de forma inesperada, mas estratégica. Os estoques de coleções lançadas nas feira anterior se tornaram uma excelente saída para abastecer as prateleiras do varejo que precisa atender a necessidade de consumo do público neste Verão 2021-22. Promover uma pronta-entrega de verão se apresenta como uma solução prática para o gargalo provocado pela pandemia”, comenta Frederico.

Os lojistas puderam conferir o desfile virtual de marcas expositoras e palestras como “Um olhar focado no mercado infantil” com Tati Ganme, da consultoria Petit Labô e “Visual Merchandising – como driblar a objeção do preço” com o consultor Max Daguano.

Tati trouxe um panorama geral do mercado infantil, sendo que o Brasil ocupa o quinto lugar e é um dos países que mais gasta com a chegada de um bebê. Ela contou ainda que o segmento se mostrou resiliente durante a pandemia e mantém previsão de crescimento para o ano que vem.

“O mercado infantil é diferente dos outros, envolve nutrição, proteção, conforto, afeto e amor. O que o tornou legítimo continuar atuando mesmo quando o mundo parou”, diz Tati, que citou alguns desafios para o futuro como: escassez de matéria-prima, aumentar as parcerias para viabilizar os negócios, a importância do digital (houve um crescimento de 57% nas compras online no primeiro trimestre de 2021) e, o reconhecimento do negócio como marca, seja lojista ou fabricante.

Segundo Tati, os consumidores desejam conveniência, praticidade, por isso a importância do omnichannel. Além disso, está mais consciente, se preocupa com a segurança, saúde e conforto. Entre as principais tendências juntam-se a estética alegre e o bem-estar em compras mais assertivas.

“Não estamos na era da informação, mas sim da administração de todas essas informações que chegam até nós. E o que iremos fazer com todas essas informações é que faz toda a diferença a partir de agora”, finaliza Tati.

Já Max Daguano falou da importância de estar presente nas redes sociais e toda a comunicação com o cliente, principalmente durante períodos de crise, como a pandemia. Sobre o Visual Merchandising ele diz que precisa ter impacto e quebra de padrão. Daguano comentou que o lojista precisa trabalhar para todos os produtos serem vendidos o mais rápido possível para não ter que oferecer descontos – foco no giro rápido e preço cheio.

A Feira contou com expositores como Starfish, Mini Bossa, Biro Kids, Comfy, Bugbee, Banho Maria, Luluzinha, Mylu, Oliver, Amoreco, Ópera Kids e Precoce. Confira as novidades para o Inverno 2022 de algumas marcas que estiveram presentes no evento:

Luluzinha

Há 24 anos no mercado, a marca trabalha com peças românticas com destaque para os bordados e estampas exclusivas. A cartela de cores vem mais sóbria com terrosos e tons de azuis. Com inspiração no campo surgem animais estampados como cavalos, além de florais. O jeans ganha lavagem ecológica, toque macio e detalhes de foil, aplicações e brilhos em shapes como a mom, além de vestidos e conjuntinhos com cropped, shortinho e camisa.

Ópera Kids

Com numeração que vai do RN até 24 meses e dos 2 anos aos 16 anos a marca traz estampas exclusivas em diferentes modelos. O jeans com fibra de lyocel, super leve e macio surge nos shortinhos com elástico, amarração e bolsos frontais, vestidos com mangas fofas ou laços e recortes e blusas com pregas e mangas amplas .

Para os meninos o destaque fica por conta dos jeans com bigodes, manchas, reservas de cor e, elásticos no cós. As bermudas em sarja ganham amarração com cadarço e tons pastel, além do bege e branco.

My BK

A grife com foco na moda masculina trabalha com bermudas colors e estampadas, shorts mais curtos com elástico e calças no denim com elastano, em diferentes lavagens que vão do delavê ao azul médio e, que ganham ajuste interno.

DNM

O jeans com alto power vem com cós em malha e várias lavagens. Para compor os looks, os meninos passeiam com camisas xadrezes ou no denim com esbranquiçados.

Oliver

O tema Botânica traz folhagens, animal print e tecidos naturais como o linho. Destaque para as bermudas cargo,, moletons e elementos figurativos com lettering e basquete.

Two In

A marca com foco nos adolescentes traz t-shirts e moletons com elementos divertidos e do universo dessa faixa etária. O white denim surge com costuras marcadas no macaquinho. Já o delavê vem trabalhado na minissaia plissada, calças clochard ou na cargo com passantes.

Spezzato Teen

Destaque para os conjuntos em sarja nos tons terrosos, tecidos com brilho e vestidos para as festinhas.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Reprodução