Games clássicos são estratégia e influência na moda jeanswear

Nos anos 80, as pessoas vestiam roupas ostentando logos para comunicar ao mundo quem eram e como era seu modo de vida. Já na década de 90, auge do grunge, as bandas de rock e “heavy metal” ocupavam o lugar maior de destaque no look. Com a recente epidemia pelo retrô recente, todas estas formas de vestir já foram revisitadas pelas tendências. A logotipia lembrou os maiores sucessos da moda de rua. O estilo “jeans e camiseta de banda“, por sua vez, foi resgatado para falar das mais diversas questões, desde conforto até empoderamento e maturidade.

Agora, chegou a vez do público apaixonado por games manifestar através da moda sua curiosidade e interesse pela década perdida. Acompanhando a movimentação das múltiplas lojas de e-commerce que tem se estabelecido com um perfil voltado exclusivamente para venda de roupas e acessórios de moda voltado aos aficionados por jogos, as marcas e redes de vestuário estão atentas aos personagens e games que constam no topo das vendas deste mercado específico.

E nelas, não são os formatos dos jogos mais novos que estão fazendo sucesso. Mas sim, os que marcaram o início da trajetória dos games. Um dos mais famosos é o Super Mario. Lançado nos anos 80 pela Nintendo, ele tem inspirado camisetas, e vendas de aparelhos de vídeo game antigos e autênticos; além de aplicativos emuladores que permitem que o jogo rode em aparelhos de última geração, entre outros.

O exemplo mais atual consta na Levi’s®, grife icônica de jeans que lançou uma coleção cápsula inspirada no clássico jogo Super Mario. A coleção conta com macacões, capas de basquete e combos enfeitados por patches contemplando em detalhes todas as fases, e desafios do jogo: estrelas, cogumelos, e moedas douradas. Os personagens Mario, Luigi e a princesa Peach em especial são imagens proeminentes nas aplicações e nas estampas, que resultam em uma forte pegada streetwear.

Em janeiro deste ano, a Adidas lançou uma coleção em colaboração com a The Pokemón Company. Inspirada na série de jogos Pokemón, criada em 1996, a companhia lançou conjuntos de corrida, tênis, meias e moda esportiva explorando o tema, desde os personagens até a ideia de treinadores que é destacada pelo jogo. A H&M também havia se inspirado no mesmo jogo para lançar uma coleção cápsula, em maio do ano passado, aproveitando também a estreia do filme “Detetive Pikachu” (personagem destaque da série) nos cinemas.

As marcas voltadas para o perfil do consumidor mais maduro com perfil de compra sofisticado também estão recorrendo aos jogos de vídeo game clássicos para obter inspiração para suas coleções. A estratégia, ao que parece, é atrair os consumidores das gerações mais novas. Em setembro de 2019, a Naked & Famous Denim lançou uma coleção de jeans com denim selvedge inspirada no jogo – que é uma adaptação do mangá e anime – Dragon Ball Z.

Nela, cada personagem ganhou seu tecido específico e os estilos foram ofertados com acabamento bruto, para que ganhassem as marcas do próprio consumidor final. Lembrando que o consumidor deste tipo de item, com qualidade superior e tradição na manufatura é mais exigente.

Logo, estamos falando de apreciadores natos do jeans, que também são entusiastas da tecnologia e de todo o lifestyle que ela promove. Por isso mesmo, eles estão se tornando conhecedores e insiders da história da tecnologia, onde entram os jogos de vídeo game.

A influência da tecnologia na moda vem tomando dimensões cada vez maiores e mais visíveis.  Estamos em uma era onde a persona digital se sobrepõe com frequência à real. Sem entrar no mérito do quanto este cenário é ou não é saudável, a moda reflete o que estamos vivendo.

Os jogos estão por toda parte, até mesmo nas estratégias de treinamento corporativo. Mas o que está chamando atenção do mercado mesmo é esta saudade do passado, que agora descobriu na evolução dos games uma cativante linha do tempo a ser explorada.

Fonte: Vivian David | Fotos: Divulgação