Jaquetas masculinas competem com outros segmentos no Inverno 2017

Texturas comunicando modernidade, recortes lembrando desempenho, e toques

diferenciados refinando o visual. Assim como nas coleções de jeanswear femininas, as

marcas masculinas vem ampliando os estilos do outerwear que acompanha as coleções

de jeans. Para o Inverno 2017, a ideia vai muito além de elevar o mix

de calças como um todo: o objetivo é conquistar mais espaço no closet do consumidor,

fazendo concorrência com outros produtos de vestuário que até então, detinham uma

certa exclusividade. Estamos falando do denim substituindo outros

materiais: cumprindo o papel do casaco térmico, da jaqueta de couro, do agasalho

esportivo, e até mesmo de todas as formalidades próprias da alfaiataria.



Na proposta esportiva, temos as versões bomber que incluem o denim

moletom constando com a irrecusável proposta conforto. Mas além das opções

maleáveis da jaqueta, chama a atenção as diversas interpretações estruturadas, que

ostentam recortes lembrando desempenho, ou inspirações que remetem à esportes de

alta performance. São elas as jaquetas cujos desenhos lembram motociclismo, ou

mesmo roupas de corrida: golas altas, ideia de proteção, recortes curvos, muitos fechos

aparentes e aplicações de reforço nos cotovelos são alguns elementos. E nesta última

proposta, o denim pode até mesmo vir resinado e rígido: ainda assim conclui-­se do seu

visual uma leitura esportiva. De posse de tal aparência, esse mix concorre no visual com

roupas profissionais próprias para a prática destas atividades.



Saindo do discurso do movimento do corpo para a agilidade do cenário urbano, temos o

mix de com jeitão mais essencial elevado por texturas. Nestas peças, o design transita

do desenho da jaqueta básica, ao minimalismo sequinho pontuado por fechos. As

lavagens variam dos azuis manchados e esbranquiçados aos grafites rabiscados. Aqui o

homem é moderno e sedutor. São peças que além de cumprir o papel de pontuar o look

despojado dentro da linguagem do jeans, competem com as jaquetas

de couro e camurça, e com as opções estruturadas que sempre povoaram o guarda-
roupa masculino.



Por fim temos o vintage como um estilo auto-­suficiente. Neste nicho as

jaquetas são mais amplas em volume oversized, e o trabalho de

textura também consta como uma validação da boa alquimia aplicada ao denim. As

fisionomias, além de contemplar o desenho básico convencional, incluem o jeitão

utilitário da jaqueta carpinteiro e os estilos cargo. Lembrando que toda esta variedade de

desenhos, encontra-­se devidamente multiplicada pelas cartelas black e grafite da

estação.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR