Os três momentos do jeans na temporada de Inverno 2016

Homens. Definitivamente eles não se apegam à um único item de roupa; a não ser que

ela traga embutida no seu visual, toda uma composição ready-­to-­go. Para a elaboração

de uma coleção de calças jeans, tão importante quanto a definição dos fits, lavagens, e

larguras; está a identificação das peças que vão girar na sua órbita para propor

atualização a um determinado estilo.



Para os três momentos principais do guarda-­roupa masculino na temporada equivalente

ao Inverno 2016, figuram leituras mais ousadas e mesmo descoladas

para assediar seu desejo de renovação. No estilo vintage, se o jeans andar

acompanhado de deveras formalidades, que seja para soltar seu lado mais bem-
humorado e descolado na companhia da alfaiataria. No visual prático e moderno, se for

para realmente vestir um look sério e compenetrado, então, é melhor apostar na

elegância em sua versão mais sedutora e confiante. Por fim, quando a ocasião for casual

e esportiva, e o alinhamento estiver de folga, entram em cena toques vibrantes de cor e

energia em peças utilitárias.



Para facilitar a compreensão das composições e seus diálogos com as peças chave, o

GuiaJeanswear proporciona uma síntese destes três momentos:



COOL VINTAGE: Estilo do homem mais criativo, o qual comunica

desapego e remete ao cheiro da naftalina, sem perder o alinhamento no look. Neste

tópico o jeans oscila entre o visual não lavado e o supostamente

trabalhado pelo tempo, dialogando com ítens clássicos em estampas antiquadas; como a

bomber, o terno, e mesmo agasalhos térmicos que perdem sua leitura despojada graças

às interpretações em cartelas mais formais, ou estampas clássicas como o xadrez

buffalo. Destacam­se as modelagens comfort em dry denim, ou no

contraponto, no blue denim trabalhado por pontos de luz, bigodes, puídos e sutis

devorês. Para elevar o mix de calças, a casual nos tons mais conservadores são a

grande sacada, para na composição geral transformar o look em leitura descolada.



TOTAL SLIM: Aqui se destaca a idéia do double

denim em grafite, black ou índigo. Camisas tem importância maior, em larguras

ajustadas e elegantes, assim como o jeans que enfatiza modelagens sequinhas como a

skinny e a slim. Denim com elastano, e misturas de composição que levem ao conforto e

mobilidade superior são bons apelos. As lavagens vintage são mais

macias, para transmitir menos poluição visual, indo de encontro ao sutil. As homogêneas

e escuras são receptivas à resina e a tratamentos que modernizem seu aspecto. O

grafite e o black tem importância maior neste mix, onde o vinho em tom fechado entra

como tonalidade discurso para sedução. As formas inspiradas no estilo biker afirmam

modernidade, com uma pegada confiante. O jeans dialoga bastante

com cardigans, tricôs, couro em tons terrosos, e alfaiataria em proporções enxutas. A

leitura final é a do homem charmoso, urbano e atualizado, em visual alinhado e informal.



SPORTY MOOD: Estilo que leva senso de aventura aliado às

exigências urbanas, mesclando influência militar, peças utilitárias e

esportivas com o jeans. As calças incorporam tons terrosos destemidos, lavagens claras

e delavés com apelo sporty descompromissado, e poluídas ostentando o vintage de uma

forma mais agressiva, lembrando ralados e desgastes. Para dialogar com esse mix, o

jeans se associa a casacos college, moletons, malhas, e casacos

térmicos acrescentando pontos de energia no look, em cores vibrantes de laranja e

verde. A calça cargo é elemento chave, assim como camisas com capuz e misturas de

tecidos, jeans colorido em tons terrosos, delavés ajustadas com elastano e jogging.

VIVIAN DAVID | FOTOS: EQUIPE GUIA JEANSWEAR