Síntese das coleções apresentadas em New York

Quatro personagens marcaram as apresentações dedicadas à temporada de Inverno 2017 correspondente ao menswear, na semana de moda de New York. São eles o homem místico, conectado com a natureza em visual confortável e Zen; o garoto rude e bruto, que veste peças soltas e retas com ganchos longos; o nerd bem-sucedido, que mistura a calça cargo à alfaiataria e ao estilo college; e o roqueiro que mistura referências punk e grunge em peças usáveis para o dia-a-dia. Entre os principais apontamentos das apresentações,



No visual do homem místico, o jeans novamente dialogou com o ambiente rochoso das montanhas e a textura mineral. Neste tema, tivemos as apresentações de Simon Muller, e o minimalismo da marca Theory, e mesmo a leitura rebuscada do menswear proporcionada por Ao redor de paisagens áridas, giram inspirações essenciais e exigência de conforto. O jeans oscila dos tons esverdeados e sujinhos de poeira aos lavados com efeitos stone wash e detalhes ripped. Os complementos principais são as malhas podrinhas e camisas denim com jeitão de bata. Inspirações étnicas ou com referências indígenas também dialogam com a influência.



Já o garoto rude – tópico de Alexander McQueem – apresenta pegada mais fashion: aposta na cinturinha jogging, no corte pantalona e comprimento cropped como renovação principal. Mas também apresenta variações no formato da calça afunilada – sempre mantendo as canelas à mostra como evidência da referência bruta original, a exemplo da apresentação da grife Public School. Neste tema as variações de comprimento são a grande sacada, tanto nas calças quanto na parte superior do look que pode apostar no oversized exposto como forma de sugerir uma proposta tendência para o jeca fashion. O denim aparece tanto amaciado quanto na versão lavada com puídos e jeitão de peça de estimação. A cropped em diversos volumes e fits, o denim moletom na parte superior e a bata em denim são peças-chave deste tema.



O nerd bem sucedido e observador apaixonado das estrelas, por sua vez, requisita bastante a calça cargo em fit mais ajustado, a skinny lavada e a calça casual em versão colorida. Para pontuar o look com apelo de renovação, a sobreposição de camadas invertidas é a aposta: camisa levinha sobre tricô de gola rulê, moletom trabalhado em estilo biker sobre a camisa certinha, e jaqueta college como ítem coringa dos looks. Camisa denim pontuada por gravata borboleta, tuxedo em padrão xadrez antiquado. As calças são ajustadas e quebradas em bolsos e recortes, apresentando detalhes do estilo biker e bolsos utilitários cargo como principais influências de visual.



Já o roqueiro da temporada se aproxima mais da realidade e da moda essencial, e agrupa referências do punk e grunge porém de formas usáveis e em personagens triviais, a exemplo da apresentação da marca BLK Denim. Então aqui o jeans é associado ao moletom, à Ainda neste tópico, entra a influência do rock indiano, apresentada pela marca Enginereed Garments, a qual desenvolveu denim exclusivo para a coleção. Roupas funcionais, e foco na exclusividade da matéria prima caracterizam a influência. O black denim é um visual forte, assim como o fit skinny, e linguagens como o frayed. Dentro deste tópico, giram também todas as fisionomias icônicas do jeans. Recortes cowboy, polka dots, amassadinhos extremos, colete desfiado, visual total black e denim bruto caracterizam o mix chave deste tópico.


VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO