Tecnoblu apresenta estudo que analisa perfil do consumidor de jeans no varejo

Na última semana, a Denim City SP reuniu os principais players da indústria denim na Semana de Lançamentos, com uma programação recheada de palestras transmitidas ao vivo no Youtube. Entre elas ocorreu a apresentação “Moqueca” da Tecnoblu Your ID, com a presença do CEO Cristiano Buerger. O nome remete ao prato típico Pará, da Bahia e do Espírito Santo, onde a brasilidade é destacada da melhor maneira possível.

Durante a apresentação, Cristiano trouxe uma pesquisa realizada pelo IEMI – Inteligência de Mercado, solicitada pela Tecnoblu ao lado da Vicunha. O levantamento, intitulado “Comportamento de Compra do Consumidor – Vestuário Jeanswear”, contou com a participação de 800 consumidores finais.

Seguindo a pesquisa, em 2019, o jeanswear representava R$ 25,3 bilhões no varejo, o equivalente a 11% do consumo local. Em 2020, houve uma queda de 13,2% na presença do jeans no consumo, chegando aos R$ 21,9 bilhões.

Ainda que o preço médio do jeans no varejo tenha se mantido em R$ 78 entre 2019 e 2020, a compra de jeans por habitante passou de 1,5 peças para 1,3 ao ano, uma queda de 13%. O gasto médio passou de R$ 121 para R$ 103 por consumidor no ano passado.

Em relação ao consumo por gênero, o segmento jeanswear feminino adulto representa 49% do total no varejo, enquanto o masculino está em 32%. Há ainda a categoria feminina infantil, com 11%, masculina infantil, com uma fatia de 7%, e as peças para bebês, com apenas 1%.

“Na nossa análise, houve um crescimento do produto masculino e também uma entrada de outros produtos casuais, como vestidos, em relação ao feminino”, indicou Cristiano Buerger.

Se voltando ao perfil do consumidor, o estudo perguntou aos 800 participantes de eles pretendiam continuar usando roupas jeans no futuro. 99% dos entrevistados responderam que sim, enquanto apenas 1% dos afirmaram que não pretendem usar peças denim nos próximos anos.

“Isso traz uma sustentabilidade para o nosso negócio, não sei quantos produtos teriam estas mesmas respostas”, indicou o CEO da Tecnoblu.

Além disso, também foi questionada qual a relevância do jeans no guarda roupa de cada um dos participantes e 80% indicaram que a peça é fundamental em seu vestuário. Outros 19% responderam usam casualmente e 1% afirmaram que não gostam de produtos jeanswear.

A pesquisa ainda indicou que a calça jeans é “um clássico”, sendo a peça que 93% dos entrevistados mais usam e planejam continuar usando. Em segundo lugar estão os shorts e bermudas (73%), que mesmo muito apreciados, são mais suscetíveis aos movimentos da moda.

Confira a palestra completa abaixo:

Fonte: Thaina Barros | Fotos: Reprodução