Volumes robustos e fits relaxados se confirmam em Paris

Conforto em camadas, excentricidade retrô, mistério com pegada rocker e jeitão cool para o que um dia, já foi considerado antiquado. Foi girando em torno destes tópicos que Paris trouxe suas propostas para o denim masculino, na temporada equivalente ao Inverno 2018 nacional.



O outerwear com pele na gola, o jeans relaxado com entrepernas pantalona e o peso das maxi-barras turn out foram confirmados pelas interpretações que vestiram o line up. Porém diferente de Londres e Milão; na capital francesa, a versão pantalona do jeans masculino foi mais sequinha: próxima de um corte reto e incisivo. Além da pantacourt, tivemos também a versão antigona do jeans com jeitão baggy; alternando entre cinturas caídas para as versões decorativas do look masculino; e elevadas para a versão excêntrica do menswear da temporada.



A jaqueta essencial em volume robusto ou insinuando descontrução, também foi um destaque consenso das coleções – variando entre tons claros e densos de azul e black. Capuzes, xadrez buffalo, sobretudos longos em tons que variaram do nude ao caramelo e principalmente casacos de pelos e camurça destacaram-se nas associações com o jeans masculino; cuja cartela de lavagens orbitou em torno dos aspectos delavé macio e dry índigo.



Para muito além das projeções de formas e lavagens, o menswear apresentado para a temporada já consolida estratégias principalmente da compra de materiais: teremos o retorno do denim rígido (vide formas relaxadas), couro em tons terrosos, e pele compondo as escolhas da temporada de frio.


VIVIAN DAVID | FOTOS: REPRODUÇÃO