Moda é o segmento que mais cresce no e-commerce brasileiro

A Moda está mais forte do que nunca no comércio digital. De acordo com levantamento do Melhor Envio, plataforma de gestão de frete do Grupo Locaweb, o segmento é o que mais cresce no e-commerce brasileiro com mais de 1,8 milhão de produtos comercializados, representando 19% do total.

A pesquisa analisou mais de 9 milhões de transações em sua plataforma para saber quais segmentos mais venderam no e-commerce brasileiro em 2020. O segundo lugar apareceu o segmento de Joias e Relógios (com mais de 887 mil itens vendidos) e no terceiro a categoria de Beleza e Cuidado Pessoal (tendo mais de 870 mil).

“O consumo online de itens de moda sempre foi alto, mesmo antes do isolamento social. Mas, com mais tempo para cuidar de si, as pessoas deram uma atenção ainda mais especial para isso”, comenta Éder Medeiros, CEO do Melhor Envio.

Segundo dados da empresa, o aumento de vendas apresentou um crescimento expressivo. Em Moda, por exemplo, o número de vendas saltou de mais de 50 mil em abril de 2020, para mais de 100 mil no mês seguinte. Além dela, as categorias que mais cresceram no ano foram Jóias e Relógios e Beleza e Cuidado Pessoal.

“Outro fator positivo foi a redução do frete. Com o aumento da demanda e o uso de novas tecnologias, a média do frete caiu de R$ 30,11 para R$ 27,23 durante a crise causada pela Covid-19″, afirma Medeiros.

A pesquisa também apresenta quais categorias foram mais vendidas por estados de origem e destino. Moda permanece predominante no Brasil, com algumas exceções: Mato Grosso do Sul enviou mais produtos de tecnologia; em Santa Catarina mais de Papelaria e Armarinho; dos estados de Amazonas e Tocantins foram vendidos mais produtos de Entretenimento e Lazer. Já no destino, apenas Bahia recebeu mais Jóias e Relógios – no restante do país produtos de Moda foram os mais recebidos.

Fonte: Redação | Foto: Reprodução