Parizi Jeans lança e-commerce e espera alta nas vendas

Em tempos de pandemia, muitas marcas tiveram que se readaptar ao mercado para conseguir enfrentar essa grave crise causada pela Covid-19. Uma delas foi a Parizi Jeans, especializada na moda denim infanto-juvenil e que mantém showroom no Brás, que acaba de lançar seu e-commerce para os lojistas. A expectativa é atingir um crescimento de até 10% nas vendas, principalmente para a região Nordeste.

“Lançamos o e-commerce no dia 1º de junho. Era um projeto que corria já há alguns meses – bem antes da pandemia –, mas que exigiu várias adaptações devido à complexidade de integração de sistemas no formato B2B, onde fizemos adaptações para as avaliações cadastrais online, estoque, venda com grade mínima e fluxo de compra facilitado para a visualização do cliente, o lojista”, afirma Carla, coordenadora da Parizi Jeans.

A marca oferecia anteriormente um site de orçamentos atualizado diariamente, onde a liberação cadastral e pagamentos eram feitos manualmente e, desde 20 de março, iniciou o processo do e-commerce que já começa a ter resultados positivos.

“É um site recente, mas temos tido pedidos diários de novos clientes, de lojistas que não trabalhavam com nossa marca e com a divulgação da plataforma irão experimentar nossos produtos. São pedidos de novos clientes que giram em torno de 24 a 50 peças. Mas já é um início importante, em especial nessa crise sem precedentes”, comenta Carla.

As primeiras vendas foram em sua maioria para a região Sul, já que lá o comércio abriu antes, mas a marca aposta também no Norte e Nordeste. “Certamente iremos atuar em todos os estados, como fazemos no nosso balcão. Estamos com uma promoção de até 20% de desconto na primeira compra pelo site, para incentivar novos e antigos clientes a conhecer o e-commerce”, completou coordenadora da Parizi Jeans.

O showroom do Brás ficou fechado nos últimos meses e, durante este período, somente os representantes regionais estavam em contato com seus clientes, porém a mercadoria somente foi despachada quando o comércio reabriu, já que as transportadas não estavam atuando no envio de produtos não essenciais.

“O mês de maio sempre esteve entre os de maiores vendas, atrás do outubro e novembro, afinal, Festas Juninas tem como vestimenta principal o jeans e o xadrez. São muitas festas escolares, quermesses e grandes eventos no Nordeste, em especial. Mas acreditamos em uma recuperação a partir de agosto se os números da pandemia se estabilizarem no país”, apontou Carla.

O showroom foi reaberto neste mês com horário reduzido, das 11h às 15h, e como os clientes são de médio e grande porte e geralmente de outros estados, o movimento ainda é pequeno. Contudo, a Parizi não para e estão ativando contatos por telefone e também através do site para abrir novos canais de comunicação.

“Temos que trabalhar nas diversas frentes: loja física, online, representantes regionais, telefone e redes sociais. E estes canais de comunicação devem ser complementares. Omnichannel é o futuro. Temos que proporcionar novas experiências de compra ao cliente-lojista. Permitir que ele entenda que cada peça é pensada em um conjunto global e seguindo tendências da moda mundial. Investimos em comunicação e alta qualidade”, comenta a coordenadora.

Inverno 2020

A coleção Inverno 2020 que ainda está sendo comercializada e foi lançada em março, durante evento na loja do Brás. A novidade tinha como tema “Conforto do Lar” e vinha de encontro com o momento em que estamos vivendo.

“A campanha inclusive simula crianças brincando de acampamento em um quintal. A pandemia somente acelerou as mudanças já previstas para os próximos cinco anos”, disse Carla. “Fazemos muita pesquisa antes de lançar uma coleção, então mesmo antes de todos esses acontecimentos, já acompanhávamos a mudança de comportamento do jovem que busca mais atividades em casa, reuniões com amigos, plataformas de streaming, etc. Isto exige roupas confortáveis”, completou.

A coleção aposta no denim com aspecto de moletom, modelagens jogger e mais larguinhas para as meninas como a mom jeans, além de peças com elastano.

Fonte: Vanessa de Castro | Fotos: Divulgação